Estados Unidos inaugura primeira estrada feita a partir de resíduos de plástico

sustentabilidade estrada de asfalto plastico

Os estudantes da Universidade da CalifórniaSan Diego, Estados Unidos – realizaram um feito inédito ao desenvolver um tipo de asfalto a partir de resíduos de plástico. Essa é a primeira vez que o plástico reciclável foi utilizado para fazer uma estrada, em uma área pequena que fica de frente ao complexo habitacional de pós-graduação, bem perto da universidade.

Diante desse acontecimento, é importante lembrar do peso que esse tipo de ação tem perante ao nosso meio ambiente. Esta solução ajuda não apenas na redução de petróleo no asfalto, mas também reaproveita os resíduos de plástico, diminuindo as chances desse material contaminar nosso ecossistema.

Além dos inúmeros benefícios ambientais, essa opção também é uma alternativa mais barata se comparada ao asfalto tradicional. Contudo, a obra na estrada foi realizada em parceria com a empresa britânica MacReber, que já pavimentou diversas estradas no Reino Unido e Austrália. Por sua vez, a Universidade da Califórnia agora estuda introduzir esse tipo de asfalto em toda região aos arredores do campus.

Inovação em busca da preservação do nosso ecossistema

A gerente de sustentabilidade do campus – Sara McKinstry – deu a sua palavra sobre a importância de medidas como esta:

“O produto de plástico reciclado também tem uma quantidade de carbono incorporada menor do que o betume tradicional, impedindo que alguns gases de efeito estufa sejam emitidos e contribuindo para a mudança climática”.

Sara McKinstry

Por outro lado, o CEO da MacReber – Toby McCartney – afirmou que mesmo além do plástico ser uma das maiores ameaças ao nosso planeta, ele também pode ser um recurso de extrema utilidade. Anualmente, mais de 420 milhões de toneladas de plástico são produzidas no mundo inteiro, sendo que apenas 25% é reaproveitado.

Agora imagina o quanto nós, seres humanos, ganharíamos se todo esse plástico fosse melhor aproveitado.

Obrigado pela visita e continue acompanhando as publicações dos Órfãos da Roanê.


Kayque Borges

Artigo publicado por Kayque Borges

Criador de conteúdo nas horas vagas.

Me acompanhe no Instagram & Facebook

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *